quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Amigo da vida.

Nada melhor do que ser e sentir-se livre. Andar por aí sem pensar em ninguém, em nada. Poder sentar em uma pedra e ter seu momento de solidão. Aqueles momentos em que você só quer ouvir o que você quer ouvir, e não o que te obrigam a ouvir. Nada melhor do que a liberdade. Sem angustias, sem ciúmes, sem dor, um vazio que faz bem.
Sai de mim.
Morri agora. Morri pro mundo e nasci pra vida. Sai de mim logo de uma vez, e não volte nunca mais. Agora sim. Sinto o cheiro do ar. O ar que vaga livre pelos cantos. Sinto o vento, de braços abertos, me deixando cada vez mais junto dele.
Eu morri pra você. Às vezes é bom morrer para alguns e renascer para si próprio.
Soltei minhas algemas. Arranquei a camisa de força. Sou mais um louco a solta, só fazendo cagadas. Cagadas sim. São elas que me deixam feliz. Adoro cagadas. Adoro as piores cagadas.
Minha linha da vida é pequena. A linha da vida é pequena demais para todos. Não vou ficar parado esperando o mundo rodar. Não vou ficar parado fazendo papel de idiota. Não vou ficar sentado vendo a chuva escorrer. Agora eu vou chover.
Não vou ficar deitado vendo o vento soprar. Agora eu vento. O vento venta em mim e eu vento no vento.
Parei de parar. Parei de sentar. Agora eu quero correr e recuperar o tempo perdido com todos os idiotas que me roubaram os dias.
Quem quiser pode vir junto. A vida está aí, sentada. Só ela que tem que ficar sentada. Ela está lá esperando para ver o que eu vou fazer com ela. Está só de olho. E é bom ela se preparar.
Agora vamos fazer tudo diferente. Eu e ela. A vida e eu. Vamos começar tudo outra vez, mas agora vai ser muito melhor.
Rir mais, claro.
Se é que isso é possível. Beber menos ? Não sei se vale a pena.
Ser cada dia melhor? Sem dúvida.
Vamos fazer dar certo. Realizar os sonhos.
Sempre que chegar a meia noite, terei a certeza de que meu dia valeu a pena.

“ Se alguém perguntar por mim, diz que fui por aí... “

10 comentários:

juliana disse...

essa sou eu atualmente!!

Mariana disse...

lindo e pra cima e para o céu

como sempre

você é cúmplice das estrelas

Camilla disse...

Aiii vi.. que texto lindo.. demorou pra publicaaa-los...
se alguem perguntar por mim, diz que eu fui "por ai" com vooocê.
Te aaamo!

Helen disse...

Eu confesso que me surpreendi. Positivamente, claro.
Vitor, meu querido, achei incrível a forma como expõe seus sentimentos. Seu texto transparece um espírito empreendedor.
Fico feliz de conhecer este outro lado seu.
Parabéns!

smoke disse...

é lindo acompanhar um renascimento! que maravilha vir por aqui denovo, sempre vale a pena <3

Eros disse...

Nossa, que reflexivo, adooro!!!

vou te contratar p/ escrever um livro, ficou mto bom!!!


arrasando sempre ne querido??

bjãooo

Nah disse...

é, meu amor. A vida tá correndo solta e só está esperando pra ver se vamos junto com ela.
Eu só sei de uma unica coisa.

EU QUERO IR COM VOCÊ.

te amo!

Tatiana M. disse...

quem me dera ser livre assim.
ou quem sabe escrever de coisas bonitas e livres assim.
é o contrapeso de tudo que eu escrevo sobre o feio.
por isso a gente se completa.
agora, eu sempre venho aqui. eu sempr comento.
e vc, nem um mísero nada.
ordinário!

suzana disse...

viiiih arrasoooo amoooor adoreiii mesmooooooooo

Tatiana M. disse...

ai jamais eu tive aquela conversa com ninguém.
eu só acho que é um diálogo bem plausível ahahaha
ai
muito fierce.