domingo, 27 de julho de 2008

Para um amigo.

Ontem eu descobri várias coisas ótimas. Descobri a história de uma vida que me pareceu incrível. Não a vida em si,mas a mensagem e os ensinamentos que essa vida deixou quando passou a não ser mais vida. Quando digo que passou a não ser mais vida, me refiro a vida carnal, pois a vida em si ainda anda por aí. Descobri a história de um vinho e pude prová-lo. Foi o melhor que tomei, sim, sem dúvida. Cada gole era uma história nova, cada gole era um pedaço do seu produtor, cada gole era um pedaço de alma novo que entrava em mim. Mas, além de ter descoberto isso, eu descobri e vivi outras coisas importantes nesse dia. Vi por trás de todas as coisas, um amigo. Um amigo que eu sei que já existia, claro. Sempre o foi, mas ontem descobri que, cada vez mais, eu posso chamá-lo de amigo. Vários se foram, se perderam pela estrada, o que é comum, mas esse ficou. Ficou e vai ficar, eu sei. É um amigo de verdade e me presenteou ontem com palavras das quais nunca mais vou me esquecer. Deu-me dois anéis e vários momentos felizes. Cerveja, cigarros, risadas e um abraço. Tudo o que eu preciso pra ficar bem, e isso eu tive de sobra.
Obrigado meu querido, por tudo.
Lembranças à família, à namorada e ao gato.

Ae, arigó, te amo ! =]

9 comentários:

princesinha do mar disse...

Sô,

descobri hoje que um comentário meu aqui apareceu (:
E imagino que vc esteja bravo comigo... mas como de costume, eu dormi.
me desculpa.
eu juro que faço batatas mais gostosas da próxima vez, pra compensar ( tô brincando).


Vamos ver gatinhos
Você é um gatinho.











Mile beijos.
(l)

princesinha do mar

princesinha do mar disse...

Ah!
Imagino que por braveza você não escreveu aquilo que disse que escreveria sobre eu e você e nós no mundo juntos. mas tudo bem. eu sei que o seu coração é como um coração de mãe.







mais beijos,

freitas.

princesinha do mar disse...

...outra coisa...(aquelas)

acabei de ler uma coisa linda, e já que suas coisas são lindas também, lá vai:
" deitar-se com uma mulher e dormir com ela: eis duas paixões não apenas diferentes mas quase contraditórias. O amor não se manifesta pelo desejo de fazer amor, mas pelo desejo do sono compartilhado(esse diz respeito a uma só mulher) "

Milan Kundera




beso!

freitas disse...

...outra coisa de novo...

.
.
.
(tô brincando, esse foi só pra fazer volume)

(é que eu não gosto de fazer nada em números ímpares)

(me desculpa, coração)


s2

S2 disse...

(de verdade você mora um bocadinho em mim)













-e eu morro de orgulho de ter lido seus primeiros textos-

princesinha do mar disse...

ai caramba, deu número ímpar denovo...











beijin

vilave disse...

Ahahahahahahahahahahahaa.
Gente de Deus, quantas coisas de uma pessoa só !
hahahahahaha

Amor meu, eu fiquei bravo de verdade, mas, eu desculpei !
aqueles.

E eu não escrevi ainda sobre nós pq eu de fato não consegui =/
É meio complicado, eu escre, escrevo outra vez e não sai nada bom.

Então, estou no aguardo de palavras interessantes pra colocar sobre nós !

E quanto aos gatinhos, VC ME LIGUE quando quiser ir. =]

s2

Fernanda Guerriero disse...

Ai! Adorei a pessoa que escreveu um montão!!!

E, claro, adorei seu texto.

Beijos

Cáááá disse...

AMEI seu texto.. te amo demais!!!